"Nunca é alto o preço a pagar pelo privilegio de pertencer a si mesmo." Nietzsche

Cansei de ver de cima.


"Fundamental é mesmo o amor. É impossível ser feliz sozinho..."
imagem via internet
 Como nada sei dessa vida e talvez morra sem muito saber, eu me tornei uma observadora nata, desde que cheguei a este planeta. Acredito que a melhor forma de salvar-se da ignorância é aprendendo com os outros. É carregando consigo outros pontos de vista, além do seu. Mas, é que de tanto observar, me tornei um tanto cética demais.
Ultimamente, eu tenho observado sobre duas coisas na vida: amor e amizade. E entre as satisfações e as decepções, eu percebi o quão carente somos nós – os seres humanos – alguns disfarçam bem, outros nem tanto, mas no fundo é só carência. Portanto, eu acredito que Deus tenha criado Adão e Eva por saber que sozinho ninguém vai muito longe. E não me refiro apenas ao que diz respeito aos relacionamentos amorosos... Já imaginou viver sem ter família e amigos? Para mim, seria apenas existir.
Dizer que a nossa felicidade só depende de cada um nós, é diferente de “não preciso de ninguém para ser feliz”. Esta é individualista, enquanto aquela é otimista. Apesar de eu não ser a favor de generalizações, acho hipocrisia ouvir qualquer pessoa dizer que é feliz sozinho. Por mais que insistamos em nos tornar independentes de outros seres humanos, isto não é possível. No fundo, todos nós sabemos o quanto necessitamos de outrem. Não adianta querermos ser independentes de nossos pais, de nossos amigos ou dos nossos amores... Até por que... Que graça teria?
Já aprendi muito com minhas decepções em meus poucos anos de vida por aqui. Aprendi que ninguém tem obrigação de existir para sempre na vida dos outros, que as despedidas também são necessárias. Aprendi, principalmente, com as pessoas medíocres que passaram por mim, aprendi que não quero ser como elas quando eu crescer - pessoas medíocres falam demais, falam tanto da vida alheia que se esquecem de suas vidas próprias, falam por aí da vida como se já soubesse de tudo e, na verdade, jamais saberão o que é o fundo do poço ou o ápice da felicidade...
Apesar de ser mais seguro ficar em cima do muro, chego agora à conclusão que estou cansada. Cansei de não me entregar, de ter medo do escuro, de não querer depender de ninguém. Cansei de tentar descobrir quem se importa de verdade; quem é de verdade e quem é de mentira antes de tomar partido, por que já aprendi também que jamais ficarei livre das decepções. E alias, cansei de fingir que estou preparada para os finais. Eu nunca estou preparada para isto. E mesmo que ninguém faça o mesmo por mim, continuarei abraçando causas alheias... Por que por trás de uma pessoa fria e calculista, é assim que meu verdadeiro eu é: meio bobo, meio ingênuo, meio entregue e sonhador de mais. 
Pelo menos por hoje, é assim que vou ser.

11 comentários:

PedroVieira disse...

Texto maravilhoso. Além de linda, possui um caráter crítico afiadíssimo. Parabéns pelo Blog e por esse dom encantador. bjos de pedrão! :p

Jordão Freitas disse...

Texto de auto análise profunda. Afinal somos contradição, sombra e luz. Quem não tem um lado lunar?
A vida é desafio, e quem não tenta vivê-la intensamente não merece viver!
Gosto do seu texto introspetivo e de acutilante leitra das relações humanas.
Continue!

Leontyna Santos disse...

Como sempre, me descrevendo por completa mais uma vez... Eu sou dessas que não sei viver sozinha, não sou nada sem meus amigos, sem minha família... E tão pouco sei lidar com qualquer coisa que tenha fim.

Muito incrível como sempre..
Beijos*:

Sandro Ataliba disse...

Às vezes perde-se muito tempo pensando a vida, enquanto ela deveria ser simplesmente vivida.
Deduzir, achar, imaginar, nada disso substitui o vivenciar.

Tanara Adriano disse...

querida, muito obrigada pela força!
já voltei com as novidades!
beijos!

Veronica Rodrigues disse...

Adorei seu comentário em meu blog, bonita! Seus textos e contos também são envolventes e delicados!

Boa semana!

passe sempre lá pra tomar um chá ;)

Gabriela Freitas disse...

Tinha perdido o link do seu blog e depois de muito vasculhar encontrei! Agora ta salvo nos favoritos! haha
E já cai aqui em um daqueles textos que eu precisava ler! Adorei.

Thaís Alves disse...

Que texto lindo. Acho que não há fórmula certa para nada na vida. A verdade é que cada situação nos exije alguma coisa diferente, e às vezes alguma coisa nova. O grande lance é viver cada dia, aprendendo sempre mais. E, sim, precisamos das pessoas, nós nascemos para conviver! E é sempre bom refletir sobre isso tudo e se tornar alguém cada vez melhor. Beijos

Letras Saltitando disse...

Texto carregado de maturidade! Muito bom!! E concordo, ninguém é feliz sozinho. Bjos

Naia Mello disse...

isto éum fruto de amadurecimento. fazer reflexões pessoais depois de passar por algo que marcou na vida nos leva a tomar atitudes e a ser mais criticos com o quê aconteceu conosco.

PedroVieira disse...

Todo dia entro com a esperança de um post novo. Escreva!!!!!!