"Nunca é alto o preço a pagar pelo privilegio de pertencer a si mesmo." Nietzsche

“Vendi a coleção porque finalmente compreendi o que o verdadeiro amor realmente significa. Tim havia me dito, e me mostrado, que o amor significava pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria, não importa quão dolorosa seja a sua escolha. Saí do quarto de hospital de Tim sabendo que ele estava certo. Mas fazer a coisa certa não foi fácil. Hoje em dia, levo a vida sentindo que falta algo, que preciso de algum modo tornar minha vida completa. Sei que meu sentimento por Savannah nunca mudará, e sempre terei dúvidas sobre a escolha que fiz”.

- Querido, Jonh.   

7 comentários:

Aline marinho disse...

ah! adoro esse livro amei! seguindo seu cantinho me segue tbm ficaria feliz bjooo:) htt://makealinesimples.blogspot.com ah! está rolando um sorteio lá no blog participa!:) vc já leu a cabana ou sussurros?o que vc achou?:)

Beatriz Amorim disse...

Eu sou doida para ler esse livro! *-*

haha.. lindo post flor!
Uma ótima semana!
beijinhos!

Dave disse...

É... Nem sempre fazer a coisa certa, é a coisa mais certa a se fazer... Mesmo que pareça certo, mas... Enfim, parar de filosofar, hahahaha...

Beijo!

Michele disse...

Pois é... amar mesmo é realmente isso! Anular-se se preciso for pra que a felicidade do outro seja plena!

Um beijo, querida!
Boa tarde!

Textos da Cri disse...

Eu não li esse livro mais já me falaram que é ótimo, vai ser uma das próximas aquisições, só pela sua "palinha" aí.

beijos lindaaa

Naia Mello disse...

Quando a gente ama, não ama pelo jeito da pessoa ou beleza, ama pela convivência e companherismo.

Laís Pâmela disse...

Eu amo esse livro.
É um dos meus preferido.
Beijos.