"Nunca é alto o preço a pagar pelo privilegio de pertencer a si mesmo." Nietzsche

Na escuridão. Meu eu

Com tantas coisas acontecendo...

imagem da internet
 
Descobri que gosto mesmo é da noite, do friozinho que faz na madrugada. Olhar pela janela e sentir o silencio. Ver as estrelas em meio a tanta escuridão - É engraçado, mas é nas trevas que consigo enxergar a beleza da luzes.
Percebo então que sou na noite mais eu. Pois quando é dia, nem sempre as belezas são verdadeiras... As pessoas - inclusive, eu - tem mania de desejar ser mais do que elas são quando expostas a luz, assim vão perdendo os seus “eu” verdadeiros para que os outros não percebam as suas “fragilidades”. É assim que eu me sinto.
É que na solidão "eu por eu mesmo". Eu sou a triste carência que ninguém deveria saber que existe. Eu sou um pouco de solidão, um pouco de insegurança. Tenho também inúmeras imperfeições.
Enfim, a luz está prestes a nascer outra vez.

17 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Eu sempre soube ser da noite. A pouca luz e o frescor que vem com ela me fazem mais produtivo, mais bem disposto.
Mas a "vida adulta" funciona no claro, infelizmente. Então este amor virou platônico.

Thaís Alves disse...

Os dois - o dia e a noite - têm seus encantos. basta descobrir o que cada um pode trazer de bom. Beijos! Gostei do seu blog! :)

Adonai disse...

Acho que fico na noite com você, parece encantar mais.
Acho que entendo perfeitamente essa fragilidade exposta, essas noites em claro, me seguem, ou vice-versa.

Lindo, viu?
Beijos.

Karine Melo disse...

Linda, obrigada pela visita. Também adorei seu blog e já estou seguindo.

Beijão =)

Pessoalmente: disse...

Ôpa moça, obrigado pelos comentários e por ter gostado do meu blog... o seu é ótimo também, estarei por aqui tbm !!

beijo... =)

Jaynne Santos disse...

Indy, particularmente sou mais noturna também. As estrelas são minhas amigas mais fiés, elas também revelam minha verdadeira face.
Muito obrigada pelo seu carinho no meu blog sempre. Lamento não poder estar sempre por aqui, meus dias começam as cinco da manhã e só terminam às meia noite e meia. Entre academia, trabalho e faculdade não me resta muito tempo, mas enfim, sempre que eu puder passarei por aqui.

Grande beijo;

Jaynne Santos disse...

Ah, estou seguindo-te, pensei que já te seguia, mas devo ter me confundido, mas agora sim. Sigo-te!

Dalila M disse...

A gente se parece tanto, menina Indy.
E eu sentia falta de sentir esse gostinho de liberdade ao lado da amiga que você é pra mim. Que nos venha mais momentos como esse, nem que seja para conversamos não mais que lorotas e sorrirmos de tudo que ja passamos juntas.

Beijo
Amo-te!

CUCA BOA disse...

a noite e a escuridão
é bem Denotado em teu texto...
Conheço uma música que pareçe
ou ao menos lembra o que vc descreve...
gosto da forma das palavras e da Nostalgia da noite, mas sempre com a luz por vir...
(PARECEMOS MUITO MOÇA rs)

VEJA:

"Procuro a solidão
Como o ar procura o chão,
Como a chuva só desmancha
Pensamento sem razão.
Procuro esconderijo
Encontro um novo abrigo
Como a arte do seu jeito
E tudo faz sentido,
Calma pra contar nos dedos,
Beijo pra ficar aqui,
Teto para desabar,
Você para construir".

>>música:Esconderijo
>>interprete: Ana canãas

(nate)...

Jaynne Santos disse...

Indy querida, mas aqui no meu pc aparece minha carinha aí! Não tem como eu seguir de novo, porque eu já estou seguindo. Perceba que antes você tinha 32 seguidores e agora tem 33. Sou eu, haha.

Grande beijo;

Beatriz Amorim disse...

Indy, adorei o texto, linda!
Como é bom a gente se encontrar e descobrir quem somos, não é?

Beijinhos e uma maravilhosa semana!

Thii S. disse...

Muito lindo seu cantinho. Lindos posts, tudo lindo!
Já estou seguindo (:
Beijos *:

http://leontynasantos.blogspot.com/

Fernand's disse...

aqui fala uma notívaga nata e assumida!


:D

Michele disse...

Admiro noites enluaradas, com céu salpicado de estrelas, mas sou mesmo é do dia, das tardes de sol, de muita claridade!

um beijo, querida!

JORDAS disse...

Oi Indy,
Não esqueça que a perfeição é o resultado de muitas imperfeições, de muitas tentativas e de muitos recuos.
Na noite, como que despidos de luz, somos mais transparentes. a luz do dia reflete-nos, qual espelho dela e não nosso.
Mas mesmo a escuridão tem luz, a luz de iluminar o nosso Eu em busca da luz da realização. à procura do caminho.
Seu texto é uma bela refexão sobre o que somos como pessoa.
Parabéns!

Idiótica. disse...

O que conforta é saber que a luz sempre vai nascer, querendo ou não. Está sempre amanhecendo. Lindo blog, textos :*

Jamilly disse...

Nossa, esse texto ficou muito lindo, mesmo... Se expressar sem medo de se expor faz colocarmos para fora palavras muito belas como estas.
Admitir nossos defeitos, não é não se importar com eles, mas aceita-los e se for o caso muda-los. É aceitar quem realmente somos, sem medo do que os outros querem que sejamos