"Nunca é alto o preço a pagar pelo privilegio de pertencer a si mesmo." Nietzsche

oito ou oitenta.

“Vida louca vida... Vida breve.”
 imagem via internet

Um dia as pessoas cansam da monotonia. Cansam da ideia de ter cada minuto da sua vida agendado e daquele “não pode isso”, “não pode aquilo”. Ele, por exemplo, tendia a enjoar facilmente de pessoas assim. Sempre odiou rotinas e regras...
Tentar mantê-lo preso ou sobre ordens era como quebrar suas pernas e, falando sobre pernas, me lembro de quando esta criaturinha resolveu procurar a calmaria, o jeito certinho, o tudo-planejado... E mais uma vez, ele estava se arriscando.
Arriscou numa espécie de terceira perna. Algo tão forte como as suas duas primeiras. Algo que o fez estancar de repente, de modo que já não podia botar em prática suas danças sem coreografia e seus pulos de alegria, já não conseguia progredir com seus passos – aliás, houve tempos em que ele já não andava para canto algum: nem para frente, nem para trás.
Percebendo que estava à beira do precipício e vendo sua vida por um fio, ele pedia a Deus uma solução. Tinha medo de estar perdendo a sua essência, a sua alma. Via o seu corpo – tão bonito e tão vazio – e não se reconhecia.
Logo ele que sempre detestou a ideia de morrer... Foi ficando cada vez mais amedrontado ao perceber que a sua vida estava indo embora como cinzas ao vento e, simplesmente, resolveu correr atrás de sua felicidade.
Como diz a própria Clarisse “até cortar os nossos defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro...".
Ele, finalmente, percebeu que se livrar de suas imperfeiçoes – para alguns – era assinar o atestado de óbito... E continuou assim, do tipo “8 ou 80”. Por que se alguém tinha que morrer na sua vida, que fosse a chatice, a mesmice e tudo que desse origem a estas!

6 comentários:

Sandro Ataliba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandro Ataliba disse...

Melhor ser 8 ou 80 do que um 0 à esquerda. Belo conto!

Gabriela Freitas disse...

Melhor ser 8 ou 80 do que um 0 à esquerda. 2
Gostei bastante.

Tãã disse...

Adorei!! :D

eu tbm andei meio sumidinha daqui, andei sumida até do meu próprio blog..rsss

mas voltei!!!

beijinhos flor!!!

Thii S. disse...

Eu sou um tanto assim. Amo liberdade, comigo é 8 ou 80 mesmo, nada de meios termos!
Lindo post *-*
Beijos*:

Nita disse...

Olá

Passei por aqui para desejar uma boa semana.

Um beijo.

Nita